13/03/2009

O QUE A CERVEJA NÃO FAZ?!

Isabela e André chegam ao bar. Sentam-se.

- Pô, Isa, quanto tempo! Como é que você tá?
- Tô bem. Estágio, faculdade, o mesmo de sempre. E você? Como tá indo o trabalho novo?
- Tá uma maravilha. A empresa...

Quatro chopes depois.
- Um dia eu ainda vou pra Austrália.
- E eu vou pro Alasca.
- Alasca, Isa?
- Ou melhor ainda, vou pra Islândia.
- E o é que tem pra ver na Islândia?
- Ah, sei lá...

Sete chopes depois.
- O sonho de qualquer homem é ir pra cama com duas mulheres ao mesmo tempo.
- O meu é dar vestida de odalisca.
- Caraca, Odalisca?!
- Ah, irado!
- Eu queria comer uma mulher vestida com um kimono.
- Ih... Isso tá meio estranho, hein?
- Não, na verdade...

Dez chopes depois.
- Isabela, minha querida.
- André, meu querido.
- Eu vou te falar uma coisa séria, agora. Uma coisa verdadeira, não é papo de bêbado, não.
- Fala.
- Eu gosto muito de você. Você é muito gente boa, bem-humorada, e não é dessas mulheres que ficam cheias de frescura com tudo. Te admiro e gosto realmente de você.
- Eu também gosto muito de você, do fundo do coração. Olha que coincidência, eu gosto de você, você também gosta de você... quer dizer, de mim, aliás de você também. Você gosta de você e de mim, e eu gosto de você e de mim. Genial. A gente tinha que tá gravando isso.

André pensa: "Ela tá viajando. Mas é melhor concordar".
-Com certeza. Também acho.
Isabela pensa "Ele deve tá muito louco. Eu acabei de dizer a maior maluquice do mundo, nem sei direito o que eu falei, e ele ainda concordou.

Dona Zenaide, uma senhora de 70 anos que estava na mesa ao lado, tomando o seu chope de cada dia, pensou "O que a cerveja não faz com as pessoas?!"

*Autor desconhecido.

11 comentários:

???????? disse...

Autor desconhecido é o Arnaldo Jabor?

!!!!!!!!!!!!!!!!!! disse...

é homenagem aos dia internacional dos babacas??

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;; disse...

Pelo nível é do Veríssimo...

Cana brava disse...

Passa a régua

(_____________) disse...

O médico tenta examinar o paciente que está completamente embriagado.
- O senhor toma muito álcool?
- Não, doutor! Muito difícil... só mesmo quando não tem uma cachacinha por perto!

hic hic disse...

Só o porre explica...

Dona Zileide disse...

Dona Zenaide?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Garçom, desce mais...

Beijos, carinho,
AdéliaTheresaCampos

Ébrio de Abreu disse...

Barato de chope é mijo.

Marie Tourvel disse...

E ela se vestiu de odalisca, afinal? ;)

Um beijo!

Crys disse...

Que m**** de texto!
Um porre, literalmente!
Que tal colocar alguma coisa melhor, tipo assim... sei lá... qualquer coisa que preste...

Bjo!